Total de projetos de pesquisa



Número total de itens: 5

2013

1.   2013-Atual. Quantificação de emissões de N2 e N2O pelo método isotópico (15N) em solos cultivados com cana-de-açucar
Descrição: As emissões de N2 e N2O provenientes dos fertilizantes nitrogenados reduzem a eficiência da adubação e podem causar danos ambientais. A medição das emissões desses gases é complexa, devido, principalmente, a dificuldade de medição do N2 em uma atmosfera composta por 78% (v/v) deste gás. Um dos métodos utilizados para medição simultânea de N2 e N2O é o método do traçador isotópico, mas apesar da sua indicação para determinações em laboratório e a campo, ele ainda não foi utilizado no Brasil. A cultura da cana-de-açúcar é de grande importância econômica para o país e demanda um grande consumo de adubos nitrogenados. Atualmente as técnicas de manejo da cana-de-açúcar incluem a manutenção da palha e a aplicação de vinhaça que podem potencializar as perdas de N nas formas de N¬2 e N2O. Desta forma, o objetivo do presente estudo é adaptar às condições brasileiras um método de medida, em laboratório e em campo, das emissões de N2 e N2O oriundas do fertilizante marcado com 15N, aplicado em solos cultivados com cana-de-açúcar. Serão realizados dois experimentos. No experimento de laboratório, em fatorial 3x3x2, serão testados três solos cultivados com cana-de-açúcar, com diferentes classes texturais, em três condições de umidade (40, 60 e 80% da capacidade máxima de retenção de água) e com e sem a adição de uma fonte de C-lábil (500 mg kg 1). A fonte de N será o K15NO3 marcado com 30% em átomos de 15N (obtido no laboratório de Isótopos Estáveis do CENA/USP), na dose equivalente a 100 mg kg-1 de N. No experimento de campo, em fatorial 2x2x2, serão testados duas doses de N (100 e 150 kg ha-1), duas doses de vinhaça (75 e 150 m3 ha-1) e com e sem cobertura de palha (15 Mg ha-1). O 15NH415NO3 marcado com 98% em átomos de 15N será a fonte de N. Os resultados dos fluxos de N2 e N2O provenientes do fertilizante serão submetidos à análise de variância (ANOVA), seguida pela comparação das médias pelo teste de Tukey (P 0,05). Serão realizadas, também, correlações estatísticas entre os fluxos de N2 e N2O e as variáveis relacionadas como temperatura e umidade do solo e teores de N-mineral e C-labil.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . Integrantes: Jose Albertino Bendassolli - Coordenador / B.M. MORAES NETO - Integrante / A C Vitti - Integrante / Hugo Henrique Batagello - Integrante / Clélber Vieira Prestes - Integrante / Carlos Roberto Santana Filho - Integrante / José Aurélio Bonassi - Integrante / Paulo C O Trivelin - Integrante / João José Miranda Milagres - Integrante / Luiz Henrique Parolin Massuchetto - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Membro: Jose Albertino Bendassolli.

2006

1.   2006-2009. Sintese de uréia marcada com o isótopo 13C e/ou 15N.
Descrição: O projeto envolveu método de síntese da 13CO(NH2)2 enriquecida (99 % em átomos de 13C), bem como o controle de qualidade (físico-químico e microbiológico), visando o emprego no diagnóstico da Helicobacter pylori (HP). A infecção crônica proporcionada pela HP tem alta prevalência em todo o mundo, sendo a principal causa de gastrites crônicas e úlceras pépticas, além de ser fator de risco para o câncer gástrico. O diagnóstico da HP tem sido, com maior frequencia, realizado a partir de análise de fragmentos de biópisia, obtidos por endoscopia (método invasivo), fazendo-se udo de teste de urease, cultivo em meios apropriados ou submentidos á análise histológica com coloração de Giemsa e o PCR. Paralelamente o diagnóstico pode ser realizado por métodos não invasivos, que compreende a sorologia e testes respiratório empregando uréia enriquecida com 13C (isótopo estável). Esse último é extremamente atrativo porque o isótopo estável é inócuo de modo que pode ser repetido quantas vezes que forem necessárias em um mesmo paciente, como também poder ser realizado em crianças, mulheres gravidas ou com idade fertil. A obtenção da molécula foi realizada a partir da reação entre 13CO, NH3 e S, em meio líquido metanol, em processo a baixa temperatura, pressão e baixo custo energético.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) . Integrantes: Jose Albertino Bendassolli - Coordenador / Paulo Cesar Ocheuze Trivelin - Integrante / Carlos Roberto Santana Filho - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro. Número de produções C, T A: 1 / Número de orientações: 1
Membro: Jose Albertino Bendassolli.

1997

1.   1997-Atual. Gerenciamento de Resíduos Químicos e Águas Servidas
Descrição: Desenvolvimento de métodos para tratamento (reciclagem, reuso, reaproveitamento e recuperação) de resíduos químicos perigosos provenientes de laboratórios de ensino, pesquisa e extensão. Produção de água desionizada pelo método de cromatografia de troca iônica em sistema centralizado, em substituição a destilação. A gestão de resíduos químicos e águas no CENA/USP, proporciona a instituição uma economia da ordem de R$ 350.000,00 anualmente.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) . Integrantes: Jose Albertino Bendassolli - Coordenador / Juliana Graciela Giovannini - Integrante / Felipe R Nolasco - Integrante / Nadia Valério Passignolo. - Integrante / J. A. BONASSI - Integrante / GLAUCO ARNALDO TAVARES - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro. Número de produções C, T A: 2
Membro: Jose Albertino Bendassolli.

1987

1.   1987-Atual. Separação isotópica de 15N e produção de compostos enriquecidos
Descrição: Desenvolvimento de método por cromatografia de troca ionica para separação dos isótopos estáveis de 15N, objetivando a produção de 15NH4+ enriquecido no isótopo estável 15N. A partir do 15NH4+ obter a 15NH3 anidra e 15NH3aq que é a base da produção dos compostos nitrogenados. A partir da 15NH3 obter os seguintes compostos enriquecidos em 15N: Uréia-15N, sulfato de amônio-15N, ácido nítrico-15N, nitratos-15N, Uran-15N, glicina-15N, alanina-15N, Glifosato-15N, amônia aquosa-15N, entre outros. Esses compostos, até rescentemente, não eram produzidos no Brasil devido a dificuldades de ordem tecnológica que não era repassada pelos paises que a detém, devido interesses econômicos e/ou estratégicos. Os compostos enriquecidos em 15N são utilizados como traçador (área agronômica) na avaliação do ciclo do N nos sistema solo-planta-atmosfera bem como em outras áreas de interesse, entre as quais pode-se destacar a biológica e biomédica. Esses compostos de grande interesse na pesquisa agronômica podem ser sintetizados a preços equivalentes ou inferior ao FOB no exterior. A produção atual tem sido totalmente consumida nas pesquisas nacionais em várias instituições de ensino e pesquisa do Brasil. Outras moléculas de interesse agronômico, biológico ou biomédico podem ser obtidos a partir da 15NH3 anidra ou aquosa e/ou H15NO3, entre eles os aminoácidos e proteínas.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . Integrantes: Jose Albertino Bendassolli - Coordenador / Jefferson Mortatti - Integrante / Clelber Vieira Prestes - Integrante / Bento Moçambique de Moraes Neto - Integrante / Paulo Cesar Ocheouze Trivelin - Integrante / Jose Aurelio Bonass - Integrante / TAVARES, C.R.O. (Claudineia Raquel de Oliveira) - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro. Número de produções C, T A: 39 / Número de orientações: 14
Membro: Jose Albertino Bendassolli.
2.   1987-Atual. Separação isotópica de 34S e produção de compostos enriquecidos em 34S
Descrição: Desenvolvimento de método inédito objetivando a separação dos isótopos estáveis de enxofre, em especial o isótopo de número de massa 34. A técnica utilizada é a cromatografia de troca iônica em sistama cascata, empregando resínas de troca aniônica. O processo de produção é desenvolvido sob pressão da ordem de 4 kgf/cm2 sob atmosfera de nitrogênio, onde é possível obter o 34SO2aq enriquecido no isótopo 34S. A partir do 34SO2aq pode-se obter uma série de compostos de interesse, entre os quais destaca-se: Na234SO4; K234SO4; H234SO4; Ca34SO4.2H2O; (NH4)234SO4, 34S; NaH34SO3; Na234SO3, entre outros. O composto duplamente marcado (15NH4)234SO4 nos isótopos estáveis (15N e 34S) também pode ser obtido possibilitando os estudos simultâneos do ciclo dos nutrientes N e S no sistema solo-planta. Deve-se destacar que os compostos enriquecidos em 34S (isótopo estável) possibilita os estudos de ciclagem deste importante nutriente (S) sem produção de resíduos tóxicos e radioativos como no caso do radioisótopo 35S. O isótopo estável 34S já vem sendo utilizado, quando possível, nas pesquisas agronômicas no CENA/USP. A tecnologia de produção de compostos enriquecidos em 34S só é dominada por poucos países (USA e Russia) e o fornecimento dos mesmos não tem sido disponibilizado por estes países.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) . Integrantes: Jose Albertino Bendassolli - Coordenador / José Aurelio Bonassi - Integrante / Paulo Cesar O Trivelin - Integrante / Clelber Vieira Prestes - Integrante / Bento Moçambique de Moraes Neto - Integrante / Jeferson Mortatti - Integrante / TAVARES, C.R.O. (Claudineia Raquel de Oliveira) - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro. Número de produções C, T A: 24 / Número de orientações: 11
Membro: Jose Albertino Bendassolli.


Data de processamento: 06/11/2017 11:14:03